"Esta web utiliza cookies para facilitar la navegación por ella y para realizar análisis de su uso, incluida la elaboración de perfiles de navegación con fines publicitarios. Si continua navegando, consideramos que acepta su instalación. Para obtener información detallada sobre las cookies que utilizamos, incluyendo cómo configurar su navegador para rechazarlas, pulse aquí."

restauración

ficha técnica

SOCIOLOGIA
A IDENTIDADE CULTURAL EUROPEIA
A IDENTIDADE CULTURAL EUROPEIA
(edición digital)
2016
96
978-989-8819-78-9
ENSAIOS DA FUNDAçãO
Epublication content package
Portuguese
2,49
(IVA inc)*
  • Ver dispositivos compatibles
  • ¿Es la primera vez que compras un eBook? Clica aquí

Permisos sobre el eBook

Imprimible: Prohibido.
Copiar/pegar: Prohibido.
Compartir: 6 dispositivos permitidos.

DRM o protección anticopia (para saber qué es clique aquí)

Si

sinopsis

A história da Europa não é linear e também não o é a sua identidade possível. Entre contradições e conflitos, dúvidas e colapsos, inquietações e incertezas, realizações e descobertas, uma certa necessidade de transcendente que é sentida pelas sociedades tem evoluído em duas direcções: por um lado, um aumento do laicismo, sobretudo conforme a ciência e a técnica vão proporcionando um mais completo conhecimento do Universo e do mundo, e portanto diminuindo o papel das explicações que remetiam muitos fenómenos considerados inexplicáveis para o foro do divino, e, por outro lado, na proporção do aumento dos individualismos e dos egoísmos colectivos ou individuais.

Biografía del autor

Vasco Graça Moura (Porto, 1942) foi advogado, secretário de Estado nos IV e VI Governos Provisórios, director da RTP1, administrador da INCM, comissário-geral para as comemorações dos Descobrimentos e comissário de Portugal para a Expo'92 (Sevilha), director da Gulbenkian e deputado ao Parlamento Europeu. É presidente da Fundação CCB. Poeta, ficcionista, ensaísta e tradutor. Recebeu, entre outros, o Prémio Pessoa, os Grandes Prémios de Poesia e de Romance da APE, a Coroa de Ouro do Festival de Poesia de Struga, o Prix Max Jacob Étranger, o Premio Nazionale per la Traduzione. Traduziu Dante, Petrarca, Benn, Rilke, Walter Benjamin, Shakespeare, Heaney, Lorca, Villon, Ronsard, Racine, Corneille, Molière, Voltaire e Rostand.


*Todos nuestros productos incluyen el IVA, ampliar información


comentarios de los usuarios/usuarias