"Esta web utiliza cookies para facilitar la navegación por ella y para realizar análisis de su uso, incluida la elaboración de perfiles de navegación con fines publicitarios. Si continua navegando, consideramos que acepta su instalación. Para obtener información detallada sobre las cookies que utilizamos, incluyendo cómo configurar su navegador para rechazarlas, pulse aquí."

restauración

ficha técnica

SOCIOLOGIA
PORTUGAL, PORTUGUESES: UMA IDENTIDADE NACIONAL
PORTUGAL, PORTUGUESES: UMA IDENTIDADE NACIONAL
(edición digital)
2016
112
978-989-8819-67-3
ENSAIOS DA FUNDAçãO
Epublication content package
Portuguese
2,49
(IVA inc)*
  • Ver dispositivos compatibles
  • ¿Es la primera vez que compras un eBook? Clica aquí

Permisos sobre el eBook

Imprimible: Prohibido.
Copiar/pegar: Prohibido.
Compartir: 6 dispositivos permitidos.

DRM o protección anticopia (para saber qué es clique aquí)

Si

sinopsis

Esta obra tem como objecto o estudo da formação e reprodução da identidade nacional portuguesa. O autor defende que a melhor forma de analisar as identidades colectivas, como as nacionais, consiste no estabelecimento da sua genealogia. Neste ensaio, a História encontra-se sempre presente, através da reconstituição selectiva de momentos e conjunturas marcantes na construção das formas de identificação significadas pelos nomes Portugal ? um Estado, que haveria de ser descrito e vivenciado como pátria ou nação ? e Portugueses ? o nome colectivo dos seus habitantes.

Biografía del autor

José Manuel Sobral é natural de Viseu. Licenciou-se em História e doutorou-se em Antropologia. Tomou parte nos trabalhos de campo de projectos desenvolvidos no Centro de Linguística da Universidade de Lisboa ? como o Vocabulário do Português Fundamental, o Atlas Linguístico da Europa (Portugal) e o Atlas Linguístico-Etnográfico de Portugal e da Galiza ? que o levaram a percorrer o país. Posteriormente foi assistente de História da Faculdade de Letras de Lisboa e é actualmente investigador principal do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Tendo começado por se interessar pelo clientelismo político, voltou-se depois para o estudo da sociedade rural portuguesa, numa perspectiva interdisciplinar, na sua tese de doutoramento transformada em livro, Trajectos: o Passado e o Presente na Vida de uma Freguesia da Beira (Lisboa, ICS, 1999). Nela segue o movimento no tempo dessa configuração social entre o fim do Antigo Regime e o final do século XX, explorando os domínios da família e do parentesco, da estratificação social, da religião, do poder e do conflito. Posteriormente, dedicou-se a diversos temas, como a história da antropologia portuguesa, a memória social, os usos do passado (património), as epidemias (gripe «pneumónica»), a alimentação, o racismo e sobretudo o nacionalismo e a identidade nacional, em cerca de meia centena de trabalhos publicados. Co-editou recentemente, com Jorge Vala, o livro Identidade Nacional, Inclusão e Exclusão Social (2010). Foi presidente da APA (Associação Portuguesa de Antropologia). Tem desenvolvido uma ampla actividade no campo da supervisão científica e do ensino pós-graduado.


*Todos nuestros productos incluyen el IVA, ampliar información


comentarios de los usuarios/usuarias