"Esta web utiliza cookies para facilitar la navegación por ella y para realizar análisis de su uso, incluida la elaboración de perfiles de navegación con fines publicitarios. Si continua navegando, consideramos que acepta su instalación. Para obtener información detallada sobre las cookies que utilizamos, incluyendo cómo configurar su navegador para rechazarlas, pulse aquí."

restauración

ficha técnica

TUDO É (MEDO DO) AMOR
TUDO É (MEDO DO) AMOR
(edición digital)
2015
52
978-989-51-4389-4
Epublication content package
Portuguese
3,00
(IVA inc)*
  • comprar ahora

    tu libro al instante

  • Ver dispositivos compatibles
  • ¿Es la primera vez que compras un eBook? Clica aquí

Permisos sobre el eBook

Copiar/pegar: Prohibido.
Imprimible: Prohibido.

DRM o protección anticopia (para saber qué es clique aquí)

No

sinopsis

Encara-se a poesia com medo, porque não se sabe o que vai descobrir. Encara-se o amor com medo, porque não se sabe o que quer descobrir. Mas tudo acontece através da curiosidade que tanto nos tenta. A tal curiosidade que nos faz sempre querer saber um pouco mais, sempre buscar o incomum. O comum existe. O incomum é o que temos que viver. A poesia é o incomum da linguagem. Os olhos lindos são o comum; Incomum é o olhar. Amor é um tesouro que se perde a cada dia. E amar é procurá-lo como se nunca o tivesse encontrado. Por que amor e poesia? Porque contra amores não há argumentos claros. Se o ouro é o que move os homens comuns, o amor nos move porque é fora do normal. Tem medo do amor? Encare-o com medo mesmo. É normal ter medo do amor e da poesia. Não ter medo é que não é normal. É o medo que dá asas para conhecermos o topo do mundo.


*Todos nuestros productos incluyen el IVA, ampliar información


comentarios de los usuarios/usuarias