"Esta web utiliza cookies para facilitar la navegación por ella y para realizar análisis de su uso, incluida la elaboración de perfiles de navegación con fines publicitarios. Si continua navegando, consideramos que acepta su instalación. Para obtener información detallada sobre las cookies que utilizamos, incluyendo cómo configurar su navegador para rechazarlas, pulse aquí."

restauración

ficha técnica

A LEI E A LITERATURA RE(DE)SENHADAS
A LEI E A LITERATURA RE(DE)SENHADAS
(edición digital)
2018
82
978-989-52-1255-2
Epublication content package
Portuguese
3,00
(IVA inc)*
  • comprar ahora

    tu libro al instante

  • Ver dispositivos compatibles
  • ¿Es la primera vez que compras un eBook? Clica aquí

Permisos sobre el eBook

Copiar/pegar: Prohibido.
Imprimible: Prohibido.

DRM o protección anticopia (para saber qué es clique aquí)

No

sinopsis

Muito embora nossa tradição positivista faça com que uma significativa parcela dos intelectuais do nosso século venha, ainda, resistindo em vincular Direito e Literatura, cada dia que passa nos é mais presente e clara essa relação natural e necessária, eis que cada uma das áreas, respectivamente, desvendam aspectos da vida em sociedade, procurando moldá-los para a boa convivência, ou pela denúncia e pela crítica, como é o caso da Literatura, ou pelo disciplinamento, como faz o Direito. Temos o dever social e jurídico de buscar o Bem Comum, ansiamos por isso, mas, na maioria das vezes, apenas solicitamos as benesses, sem nos preocuparmos em construí-las. Examinando a obra literária sob a ótica da Literatura e do Direito, não podemos deixar de considerar o fato de que a Literatura é campo livre, especulativo; enquanto o Direito, apesar de todo o conteúdo social nele presente, é científico, é técnico, é definidor. Como cidadãos do mundo, podemos nos questionar sobre até que ponto o Direito e a Literatura apelam, efetivamente, para o bom senso; pois educar para esse bom senso também deve ser um problema do direito e da literatura. Educar também para os deveres, e não apenas para os direitos, poderia ser uma saída para uma sociedade mais justa e inclusiva, que acolhesse cidadãos, ao invés de explorá-los. Essa é a proposta do livro, ao colocar em paralelo o olhar do direito e da literatura sobre as ações humanas.


*Todos nuestros productos incluyen el IVA, ampliar información


comentarios de los usuarios/usuarias